ADRIMAG

Temos 51 visitantes em linha
Entrada Âmbito Geral
II Fase da CETS - Candidatura a Parceiros da Carta PDF Enviar por E-mail
Notícias - Âmbito Geral
Quarta, 17 Novembro 2021 17:00

Aviso: Informam-se todos os interessados que o prazo de candidatura para a seleção das primeiras 18 empresas das Montanhas Mágicas a aderir à II Fase da Carta Europeia de Turismo Sustentável foi prolongado até às 17h do dia 14 de dezembro. Assim sendo, o período de análise de candidaturas e eventuais pedidos de esclarecimentos terá lugar entre os dias 15 e 20 de dezembro, sendo os resultados publicados no dia 23 de dezembro.

Encontra-se aberto o período de candidatura para a seleção das primeiras 18 empresas das Montanhas Mágicas a aderir à II Fase da Carta Europeia de Turismo Sustentável, com vista ao seu reconhecimento como Parceiros da Carta.


No caso específico do Território CETS das Montanhas Mágicas e nesta primeira edição de candidaturas à II Fase da CETS, entendeu-se privilegiar a montagem de uma oferta BTT associada à Grande Travessia das Montanhas Mágicas (GTMM). Esta travessia compreende 14 etapas de BTT num total aproximado de 280 km ao longo dos sete concelhos que integram a área geográfica de trabalho da ADRIMAG, com extensões médias de 24 km. A sua execução está na fase final e prevê-se a sua inauguração no primeiro semestre de 2022.

São candidatos à II Fase da CETS das Montanhas Mágicas (municípios de Arouca, Castelo de Paiva, Cinfães e Vale de Cambra da região Norte e aos municípios de Castro Daire, São Pedro do Sul e Sever do Vouga da região Centro) as entidades (públicas ou privadas) das seguintes tipologias:

  • Empresas de Alojamento cuja oferta integra infraestruturas/equipamentos/serviços que respondem às necessidades do mercado do BTT ou, caso contrário, declaram assumir esta integração como um dos compromissos a incluir no seu Programa de Atividades (a 3 anos) e cuja sede/estabelecimento  tem que estar localizada no território das Montanhas Mágicas, mais especificamente numa área de ação/buffer igual ou inferior a 4km (2km para cada lado) relativamente à GTMM;
  • Empresas de Restauração cuja oferta integra infraestruturas/equipamentos/serviços que respondem às necessidades do mercado do BTT ou, caso contrário, declaram assumir esta integração como um dos compromissos a incluir no seu Programa de Atividades (a 3 anos) e cuja sede/estabelecimento3 tem que estar localizada no território das Montanhas Mágicas, mais especificamente numa área de ação/buffer igual ou inferior a 4km (2km para cada lado) relativamente à GTMM;
  • Empresas de Animação Turística com oferta específica para o mercado do BTT ou, não a possuindo, declaram assumir este tipo de oferta como um dos compromissos a incluir no seu Programa de Atividades (a 3 anos) e cuja sede/estabelecimento3 está localizada no território das Montanhas Mágicas;
  • Empresas classificadas como Outras (Centros Cyclin'Portugal, oficinas de bicicletas, aluguer de bicicletas, outro tipo de serviços de apoio à atividade do BTT, etc.) e cuja sede/estabelecimento3 tem que estar localizada no território das Montanhas Mágicas, mais especificamente numa área de ação/buffer igual ou inferior a 4km (2km para cada lado) relativamente à Grande Travessia das Montanhas Mágicas.

O prazo para apresentação de candidaturas decorre entre o primeiro dia útil seguinte ao da publicação deste documento referencial e até às 17h do dia 07 de dezembro de 2021.

Toda a informação necessária sobre o processo de candidatura e seleção encontra-se disponível para consulta no documento referencial.

Dúvidas ou questões relacionadas com as candidaturas devem ser remetidas para Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar até ao dia 26 de novembro de 2021.

 

Nota: Os anexos 1 e 2 são minutas em formato editável (Word). Para os utilizarem devem transferir uma cópia utilizando a opção "Ficheiro" e "Transferir", no canto superior esquerdo.

 
Relatório de Atividades e Contas 2020 PDF Enviar por E-mail
Notícias - Âmbito Geral
Sexta, 14 Maio 2021 13:05

Encontra-se disponível para consulta o Relatório de Actividades e Contas da ADRIMAG para 2020.

Relatório de Atividades e Contas 2020
 
ADRIMAG LANÇA CONCURSO DE FOTOGRAFIA “MONTANHAS MÁGICAS, 2021 – PATRIMÓNIO, PESSOAS E PAISAGENS” PDF Enviar por E-mail
Notícias - Âmbito Geral
Segunda, 10 Maio 2021 17:01

ALTERAÇÃO

Informamos que o Regulamento do Concurso de Fotografia “Montanhas Mágicas 2021 – Património, Pessoas e Paisagens” foi alterado, tendo o prazo para participação no concurso sido alargado até 31 de agosto de 2021. Foi também retirada a restrição quanto à data em que a foto é captada. Todos os participantes que já concorreram e que pretendam alterar a sua participação devem enviar um novo e-mail com a sua nova proposta a concurso.

 

No âmbito do Programa das Comemorações dos seus 30 Anos, a ADRIMAG promove o concurso de fotografia “Montanhas Mágicas, 2021 – Património, Pessoas e Paisagens”, em parceria com os Municípios de Arouca, Castelo de Paiva, Castro Daire, Cinfães, São Pedro do Sul, Sever do Vouga e Vale de Cambra.

O Concurso tem como principais objetivos:

1. promover a descoberta, valorização, preservação e divulgação dos múltiplos patrimónios existentes no território abrangido pelas serras do Montemuro, Freita, Arada e Arestal - Montanhas Mágicas;
2. promover o desenvolvimento da criatividade no âmbito da arte fotográfica;
3. promover a visitação turística do território, por via da projeção e visibilidade dos seus recursos;
4. organizar uma exposição itinerante das fotografias vencedoras nas diversas categorias, pelos 7 municípios abrangidos pelo concurso.

O concurso decorre de 10 de maio a 30 de junho de 2021 e está aberto a fotógrafos profissionais e amadores, de nacionalidade portuguesa, com idade superior a 16 anos.

A participação é gratuita.

Participe nesta iniciativa e ganhe prémios!

 

Regulamento
Ficha de Participação
Cartaz
KMZ da Rota da Água e da Pedra
Alteração ao Regulamento
 
Parabéns LEADER (*)! PDF Enviar por E-mail
Notícias - Âmbito Geral
Sexta, 19 Março 2021 15:36

Há 30 anos, com a aprovação, a 15 de Março e a publicação a 19 de Março de 1991, pela Comissão das Comunidades Europeias de uma “iniciativa, com valor demonstrativo, relativa ao desenvolvimento rural”, denominada LEADER, iniciou-se uma transformação societal nos territórios rurais da Europa, que já saltou fronteiras e é uma marca associada à qualidade de vida, à dignidade, à equidade e à democracia nas zonas rurais.

Para celebrar esta data, a Federação Minha Terra e os Grupos de Acção Local irão organizar durante o ano de 2021 um conjunto de iniciativas de reflexão e partilha sobre o Desenvolvimento Local em Portugal e preparar os próximos 30 anos do LEADER.

Porquê? Porque acreditamos no LEADER!

Enquanto abordagem diferenciadora que deve estimular a concepção e implementação de projectos-piloto, o carácter inovador e demonstrativo, a integração dos agentes e a governança local;

Como forma exemplar de proximidade às comunidades; como método de envolvimento eficaz, conjugando interesses, anseios e expectativas locais; como as intervenções que, mesmo com dificuldades de implementação e crises conjunturais, permite aprendizagem constante e afecto territorial;

Quando observamos projectos que, com co-financiamentos reduzidos, criam emprego e dinamizam as economias locais nos mais diversos sectores de actividade, suportam colectividades nas suas múltiplas acções a favor das comunidades, que revitalizam aldeias e vilas, qualificam espaços de encontro e de memórias locais;

E nas suas redes de ligação, de trabalho e de partilha de experiências, que se traduzem em iniciativas concretizadas em cooperação e parceria com outros territórios e organizações, promovendo ganhos de escale e/ou complementaridades, mas também afectos, amizades e compreensão e tolerância com a diferença;

Como metodologia que se reforça, se renova e se recria e que, como tal, nos lança permanentemente novos desafios como os dos impasses programáticos, dos afunilamentos regulamentares, das perspectivas sectorializadas, que limitaram a criatividade e inovação das comunidades e nos territórios.

30 anos volvidos continuamos a acreditar no LEADER – com a maturidade e experiência que o tempo e acção nos foi conferindo – centrado e próximo das PESSOAS e das COMUNIDADES, a trabalhar para o Desenvolvimento dos TERRITÓRIOS.

(*) Há acrónimos que ganham vida própria, neste caso vale a pena relembrar
LEADER - Ligação Entre Acções de Desenvolvimento da Economia Rural

Ana Paula Xavier - Presidente da Direcção da Federação Minha Terra

Fonte: https://www.minhaterra.pt/parabens-leader.T13664.php

 
Plano de Atividades e Orçamento 2021 PDF Enviar por E-mail
Notícias - Âmbito Geral
Sexta, 26 Fevereiro 2021 18:57

Caros associados podem consultar aqui o PLANO DE ATIVIDADES & ORÇAMENTO 2021 da ADRIMAG.

 

Plano de Atividades e Orçamento 2021 - ADRIMAG
 


Pág. 1 de 22

Estamos em processo de adoção do novo acordo ortográfico.