ADRIMAG

Temos 9 visitantes em linha
ADRIMAG
 
Entrada
Reunião internacional do projeto REBOUND – Fostering Resilience in Rural Communities Versão para impressão Enviar por E-mail
Erasmus+
Sexta, 19 Janeiro 2024 15:44

Decorreu nos dias 11 e 12 de dezembro, em Liubliana, na Eslovénia, a última reunião internacional do projeto REBOUND – Fostering Resilience in Rural Communities. Tendo como anfitriã a Universidade de Liubliana, esta reunião de projeto serviu para realizar uma análise e avaliação do projeto e do Produto Intelectual nº2 que visa o desenvolvimento e implementação de um Special Purpose Award, nível 6 acordo com o QEQ – Quadro Europeu de Qualificações, em Resiliência Rural, acreditado pela TUS - Technological University of the Shannon.

Este programa de formação e capacitação visa dotar profissionais e voluntários que desempenham funções no âmbito do desenvolvimento rural, de competências e conhecimentos em resiliência rural.

Esta reunião permitiu ainda a visita a alguns locais e empreendedores, verdadeiros exemplos de resiliência rural, nomeadamente a visita à Casa dos Apicultores, à vila de Škofja Loka que se encontra a recuperar das inesperadas inundações de agosto passado, Arts&Craft Centre DUO, um grupo de artesãos também apoiado pelo LEADER/DLBC, Etri Group uma empresa de inovação social, a vila de Šenčur, nomeadamente o seu Centro Intergeracional de Šenčur, e Dvor Jezeršek, um restaurante/ academia de culinária, um projeto LEADER/DLBC que se encontra integrado numa comunidade local e que é responsável pelo fornecimento de comida para as escolas.

O projeto terminará no final de fevereiro e prevê-se a realização do evento multiplicador ainda durante o mês de janeiro, durante o qual se apresentarão os resultados do Projeto.

Os parceiros deste projeto são: TUS - Technological University of the Shannon, Universidade de Liubliana,Agência de Desenvolvimento de Kozjansko da Eslovénia, AEIDL- European Association for Innovation in Local Development, O'Keeffe Social Research da Irlanda e ADRIMAG de Portugal.

Para saber mais, consulte: https://ruralresilience.eu/

 

Ver FOTOS...
 
Renovação do Parque de Tratores Agrícolas: Alterações às características dos tratores aprovados Versão para impressão Enviar por E-mail
DLBC
Sexta, 03 Novembro 2023 15:35

O PEPAC no Continente informa que, no âmbito do último concurso para a «Renovação do parque de tratores agrícolas» que abrangeu todo o território de Portugal Continental (Operações 3.2.2 «Pequenos investimentos na Exploração Agrícola» e 10.2.1.1 «Pequenos investimentos nas explorações agrícolas») é possível alterar a potência do trator que foi aprovado, reduzindo-a ou aumentando-a, desde que:

- A potência do trator a adquirir não exceda o dobro da potência do trator a abater;
- A Valia Global da Operação (VGO) que venha a resultar destas alterações não seja inferior a 10 pontos.

Estas alterações não carecem de Pedidos de Alteração, sendo consideradas adaptações técnicas, a validar em sede de Pedido de Pagamento.

Caso o trator a adquirir resulte num investimento superior ao aprovado, não haverá lugar a qualquer aumento do apoio.

Mais se esclarece que considera-se trator com cabine o trator que de origem vem equipado com a respetiva cabine.

In PRD2020

 

 

⚠️ ATENÇÃO! Tem a sua candidatura aprovada? Antes de adquirir o seu trator contacte-nos para confirmar a potência.

 
Montanhas Mágicas® | MAGazine nº 21 Versão para impressão Enviar por E-mail
MAGazines
Quinta, 10 Agosto 2023 16:46

Dois factos marcam esta edição da Magazine Montanhas Mágicas: os 30 anos da ADRIMAG e a conclusão do ciclo do programa CLDS4G nos 6 municípios da zona de intervenção da associação.

Foi a 27 de agosto de 1991 que foi criada a Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das serras de Montemuro, Arada e Gralheira, por um grupo de 11 associados privados, aos quais três anos mais tarde se associariam os Municípios. Agregava então 7 concelhos que tinham como matriz fundamental a ruralidade e visando o desenvolvimento integrado e harmonioso deste território das montanhas mágicas do Montemuro, Arada e Gralheira. Iniciava-se um projeto absolutamente estruturante nesta região.

Motor impulsionador de todo o território, com uma estratégia assente no trabalho em parceria, e fazendo o melhor uso dos fundos provenientes da então Comunidade Económica Europeia, agora União Europeia, a ADRIMAG foi responsável por projetos e dinâmicas que mudaram esta região, atraindo novas pessoas e negócios e melhorando as condições para os que cá residem, intervindo em áreas tão diversas como a gestão de fundos comunitários e nacionais, o turismo sustentável ou a edução e formação de adultos.

Figura absolutamente basilar nestes 30 anos de atividade tem sido o seu coordenador quase desde o início, João Carlos Pinho, a quem deixo em meu nome e em nome de todos os autarcas e demais parceiros antigos e atuais ligados à ADRIMAG um vivo e sentido agradecimento, agradecimento este que é extensível a toda à equipa que coordena. O valor e mérito da sua liderança estão patentes nos resultados alcançados pela associação ao longo destas 3 décadas.

Tendo passado de 1 funcionária para os atuais 46 colaboradores, a ADRIMAG teve, nas palavras do seu coordenador, um crescimento exponencial, “com a introdução de novas valências, nomeadamente na área social”, área esta em que se destaca o programa CLDS4G, que agora chega ao fim, e cujo trabalho e impacto também se encontra em destaque nas páginas subsequentes.

Visando promover a inclusão social de grupos populacionais que revelem maiores níveis de fragilidade social, como é o caso da população idosa, nomeadamente a residente nas aldeias serranas, mobilizando a ação integrada de diversos agentes e recursos locais, tendo-se constituído como um importante instrumento de combate à exclusão social como dão conta disso os diversos testemunhos que são dados a conhecer nesta revista.

O programa CLDS4G teve também um papel crucial na emergência de dinâmicas territoriais que permitiram a valorização da nossa identidade, dos nossos saberes e tradições, trabalhando para termos comunidades mais capacitadas, revitalizadas e resilientes. É urgente assim proceder-se ao lançamento do próximo ciclo do programa. Interromper o trabalho efetuado, o que estamos certos não irá acontecer, seria voltar uma vez mais ao esquecimento estes territórios e as suas gentes que continuam a resistir e a mostrar que interior também rima com inclusão.

Margarida Belém
Presidente da Direção da ADRIMAG

 

Nota: A revista em formato papel já se encontra disponível gratuitamente nos locais habituais (Sede da ADRIMAG e Postos de Turismo dos 7 municípios).

MAGazine nº 21
Capa

 

 
DLBC - Abertura de Candidaturas - 10.2.1.1: Renovação do parque de tratores agrícolas Versão para impressão Enviar por E-mail
DLBC
Quarta, 31 Maio 2023 16:00

Informamos que as candidaturas à medida 10.2.1.1 do PDR2020, para o território das Montanhas Mágicas, decorrerá conforme anúncio aqui publicado:

- das 17:00:00 do dia 31 de maio de 2023 até às 16:59:59 do dia 30 de junho de 2023;

--- Prorrogado até às 14:59:59 do dia 7 de julho de 2023;

 

 

- Aceder ao Balcão do Beneficiário - PDR2020

VER ANÚNCIO
 
Montanhas Mágicas® | MAGazine nº 20 Versão para impressão Enviar por E-mail
MAGazines
Quarta, 10 Maio 2023 10:46

Uma revista é também um exercício de memória. A Revista das Montanhas Mágicas muito particularmente. Olhar para trás ajuda-nos a pensar para a frente. Por isso, nenhum exercício de memória é desperdício.

No caso desta publicação, procuramos dar conta das atividades, das iniciativas, do trabalho de fundo contínuo da ADRIMAG junto das comunidades do vasto território das Montanhas Mágicas. O futuro é composto de passado.

Começando por uma iniciativa que abraça toda a área de abrangência da ADRIMAG: o Concurso de Fotografia Montanhas Mágicas – Património, Pessoas e Paisagens, em que se promove a descoberta dos nossos múltiplos patrimónios, a criatividade na fotografia, a divulgação da natureza deslumbrante com que somos abençoados. No culminar desse concurso, uma exposição itinerante, levada aos sete municípios que integram as Montanhas Mágicas. Nas páginas seguintes, parte das imagens que nos lembram que a Natureza foi particularmente generosa connosco.

E depois, o trabalho da ADRIMAG nas suas diferentes vertentes, no âmbito dos Contratos Locais de Desenvolvimento Social. O trabalho junto dos mais idosos, especialmente os das aldeias mais remotas, junto dos jovens, das crianças e das famílias.

Como denominadores comuns, como traço de união em todas essas dimensões, a valorização dos saberes ancestrais, a passagem desses mesmos saberes às gerações mais novas, a gastronomia e o património imaterial que constitui. As atividades de natureza, que dão relevo ao que temos de melhor: as paisagens, o ar limpo e livre, as águas frescas e transparentes. Observatórios de natureza, caminhadas, trilhos e percursos por lugares que conhecemos e que se nos tornam novos, por lugares desconhecidos que passam a ser nossos, depois de os percorrermos.

A revista das Montanhas Mágicas atravessa as estações. Guarda-as para memória futura. Voltando ao início destas palavras de abertura: olhar para trás ajuda-nos a pensar para a frente. A ADRIMAG é orgulhosa do seu passado, do seu património de memórias. Também por isso é que é tão determinadamente focada no futuro.

Assim seja sempre.



Até breve,

João Carlos Pinho
Coordenador da ADRIMAG

 

Nota: A revista em formato papel já se encontra disponível gratuitamente nos locais habituais (Sede da ADRIMAG e Postos de Turismo dos 7 municípios).

MAGazine nº 20
Capa

 

 

Estamos em processo de adoção do novo acordo ortográfico.


EMERN-Q Inscrição

Centro QUALIFICA-ADRIMAG

MAGazine | On-line

Projectos em curso

ADRIMAG no Facebook